Negócios de impacto social – por que você deveria conhecê-los

O desejo de contribuir para melhorar a sociedade em algum aspecto leva as pessoas a procurar por iniciativas com esse propósito. Essas iniciativas, por vezes, se traduzem em organizações, como os negócios de impacto social. Você sabe o que são, seus pilares, suas características? Abordamos um pouco sobre eles no post de hoje!

O que são negócios de impacto social?

É um negócio que tem como objetivo causar um impacto positivo em uma comunidade, por meio da proposição de soluções a questões sociais ou ambientais ou por meio de afirmação e ampliação das soluções já apresentadas.

Por ser um negócio, se baseia em modelos de negócios e estratégias, considerando a viabilidade econômica da ação a ser implementada. Parece um negócio tradicional, mas é totalmente voltado a uma causa socioambiental, ou seja, uma inovação social.

Seu foco é beneficiar pessoas marginalizadas da sociedade, de classes mais baixas (C, D e E), contribuindo para gerar renda compartilhada e autonomia financeira aos atingidos.

Quais os pilares e as características do negócio social?

Para compreender melhor o negócio de impacto social, é preciso saber suas principais características e em que ele se baseia. São elas:

  • É um negócio que existe exclusivamente por uma causa socioambiental, sendo, por isso, uma inovação do modelo de negócio;
  • Por ser um negócio, orienta-se pela lei de oferta e procura e utiliza mecanismos de mercado para atingir seus propósitos sociais;
  • Seu produto ou serviço é voltado para melhorar as condições de vida da população de baixa renda, que é o maior comprometimento do empreendedor;
  • Por meio da venda desses produtos ou serviços, gera suas próprias receitas (autossustentabilidade), não sendo refém de captação de recursos ou doações;
  • Seu sucesso é medido pelo impacto social positivo causado nas pessoas ou no meio ambiente, e não pelo total de lucro gerado.

Quais os principais objetivos?

Vivianne Naigeborin escreveu o artigo “Negócios Sociais: um modelo em evolução”, definiu o principal objetivo de um negócio social: utilizar estratégias de negócio para melhorar a qualidade de vida das pessoas de baixa renda. Desse objetivo, podemos extrair outros:

  • Fazer com que grupos de baixa renda se insiram na cadeia produtiva de valor;
  • Ofertar produtos e serviços bons e baratos que contribuam para que tais grupos tenham acesso ao atendimento de suas necessidades básicas (saúde, alimentação, saneamento, energia e habitação);
  • Ofertar produtos e serviços que contribuam para que os menos favorecidos aumentem sua renda.

Qual a diferença entre o negócio social e a ONG?

Apresentando mais semelhanças do que diferenças, o negócio de impacto social e aONG tem como objetivo maximizar o impacto social nas comunidades onde atua. Ambas querem solucionar um problema da sociedade e são essenciais para suprir as necessidades que o Estado não consegue prover.

A diferença entre eles reside na fonte de financiamento: enquanto a ONG se sustenta por meio de doação, financiamento coletivo, leis de incentivo e outras formas de captação de recursos, o negócio social é autossustentável. Ele gera receita suficiente para cobrir seus próprios custos, e o lucro gerado é reinvestido em si para ampliar o impacto social. É semelhante a uma startup.

Agora que você conhece o negócio de impacto social, o que acha sobre tal iniciativa? Escreva pra gente nos comentários!

 

Comment

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*