Terceiro Setor – Conceito e Sua Importância

Você com certeza já ouviu falar no termo “Terceiro Setor” pelo menos uma vez na sua vida, seja na mídia ou em qualquer outra fonte, mas talvez não saiba o que significa, como surgiu, e qual é a sua importância para a nossa sociedade atual.

Caso você ainda tenha alguma dessas dúvidas, a partir de agora vai saber tudo sobre o Terceiro Setor e perceber que, talvez, até já colabore com ele sem perceber.

A sociedade civil é essencialmente dividida em três setores. O primeiro é formado pelo Governo (Federal, Estadual e Municipal); o segundo é composto pelas empresas privadas e, podemos conceituar o Terceiro Setor como sendo o conjunto das associações e entidades que, obrigatoriamente, não tenham fins lucrativos e atuem no país executando serviços e atividades de utilidade pública. Vale lembrar que podem fazer parte dele sociedades privadas, desde que a sua ideia não seja obter lucros. As instituições que fazem parte do Terceiro Setor adotam um sistema de autogestão, ou seja, são administradas pelos próprios membros, sem interferências externas. Além disso, elas também não podem ser vinculadas a governos e precisam de uma constituição formal que as institucionalize e reconheça.

Muitas vezes, o Terceiro Setor acaba cumprindo um papel que deveria ser do governo, mas essa entidade não o assume. Como por exemplo, as entidades que atendem crianças de baixa renda; que auxiliam mulheres vítimas de violência doméstica; que cuidam de idosos abandonados e tentas outras que não são ligadas ao Estado e nem lucram com esses serviços.

Dentro do Terceiro Setor existem as ONGs (Organizações Não Governamentais); as entidades filantrópicas, organizações sem fins lucrativos e também as OSCIPs (Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público).

Estima-se que, somente no Brasil, existam mais de 290 mil entidades consideradas do Terceiro Setor. Além dos exemplos que foram citados, os partidos políticos, entidades sindicais, serviços sociais autônomos, filiais de fundações estrangeiras (WWF Brasil, por exemplo) e outras categorias também se encaixam nesse setor, porque preenchem as características necessárias.

O objetivo principal de qualquer entidade ou associação do Terceiro Setor é a promoção da qualidade de vida, sendo que cada uma busca isso por um caminho diferente, atendendo a uma necessidade distinta. É por isso que as atuações acontecem em diversos segmentos, como meio ambiente, educação, cultura, proteção, saúde, esportes, orientação profissional e outros.

E como se mantêm o Terceiro Setor? Em sua maioria, essas entidades sobrevivem de doações de empresas e até de pessoas físicas, que se identificam com a causa defendida. Algumas organizam eventos e vendem produtos para conseguir recursos e, outras contam com uma verba do governo, em forma de apoio, e de empresas e instituições que patrocinam projetos e ações.

Em nosso próximo post vamos falar mais sobre o surgimento do Terceiro Setor e sua evolução.

Não perca!

Quer saber mais sobre o Terceiro Setor? Clique aqui, entre para nossa rede de relacionamento e receba conteúdos exclusivos. É rapido e fácil!

Comment

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*